amazan e mané pipoca

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Haceldima do Ingá, a defeituosa da terça


Postado por Tião Lucena, 24 de Maio de 2016 às 21:44
Vavá da Luz está ficando amarrado depois de velho. Imaginem vocês que ele não coloca sequer um ventilador na sala de sua secretária, Halceldima, obrigando a moça a atender os frequentadores do Motel Fujimore sempre em trajes menores para ver se aguenta o calor de 40 graus daquele pé de serra do Ingá, onde o famoso Fujimore foi construído.
AddThis Sharing Buttons

terça-feira, 24 de maio de 2016

DILMA AFIRMA QUE GRAVAÇÃO DE JUCÁ ESCANCARA O GOLPE


Dilma afirma que gravação de Jucá escancara o golpe
A presidente Dilma Rousseff comentou, na noite desta segunda-feira (23), durante o 4º Congresso Nacional de Trabalhadoras e Trabalhadores da Agricultura Familiar, em Brasília, a divulgação do áudio da conversa entre o senador Romero Jucá (PMDB) e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, no qual eles afirmam que o impeachment poderá abafar a operação Lava Jato.
“Se alguém ainda não tinha certeza de que há um golpe em curso, baseado no desvio de poder, na fraude, as declarações fortemente incriminadoras do Jucá sobre os reais motivos do impeachment e sobre quem está por trás dele eliminam qualquer dúvida. Repito: a gravação escancara o desvio de poder, a fraude e a conspiração do processo de impeachment promovido contra uma pessoa inocente, sem nenhum crime de responsabilidade", afirmou ela.
Dilma ainda diz ter certeza que derrubará o golpe. "Tenho a certeza de que juntos vamos derrubar esse golpe, vamos derrotar os golpistas, vamos juntos fortalecer a democracia nesse país. Nós vamos voltar, de uma forma ou de outra", disse.
A presidente ainda ressaltou que "desde o início deste processo", ela tem denunciado o "desvio de poder que está na base do pedido de impeachment".

BOA NOITE, SAINDO PARA MINHA REDE


  O MINISTÉRIO PUBLICO ADVERTE, AS IMAGENS QUE SE SEGUEM ABAIXO NÃO SÃO RECOMENDADAS PARA MENORES DE 18 ANOS. AGORA SE VOCE TEM MAIS DE 18 ANOS E GOSTA DA FRUITA, CLICK NO “VEJA MAIS”

segunda-feira, 23 de maio de 2016

‘Se eu renunciar, vocês têm alguma dúvida de que vou preso? E se eu for preso, vocês acham que vou sozinho’?, diz Cunha

“Se eu renunciar, vocês têm alguma dúvida de q
ue vou preso? E se eu for preso, vocês acham que vou sozinho?”. O diagnóstico seguido de ameaça foi feito pelo presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a um grupo de deputados dias após a decisão do Supremo Tribunal Federal determinar seu afastamento do cargo e do mandato. As colocações de Cunha aos aliados servem para ilustrar, em parte, o poder que ele continua a exercer sobre seus pares, e até mesmo sobre o governo do presidente interino Michel Temer.
A fidelidade de deputados a Cunha se justifica por motivos diversos. Vão desde o receio de serem expostos; passam pela dívida de gratidão por ele ter ajudado financeiramente em campanhas, dado relatorias de projetos importantes e por ter acatado o impeachment de Dilma Rousseff; e chegam até a amizade e sociedade em empreitadas.
Apesar da força que demonstrou na última semana, no Palácio do Planalto há a avaliação de que se acelerou o processo de perda de musculatura do deputado desde que ele foi afastado. E também que os atores que hoje atuam influenciados por Cunha passarão a pensar, cada vez mais, nas próprias histórias e respectivas sobrevivências. A tendência, para auxiliares do presidente interino, é que os “generais de Cunha”, como se referem aos deputados André Moura (PSC-SE), Jovair Arantes (PTB-GO), Rogério Rosso (PSD-DF) e Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), passem a se afastar do comandante da tropa.
— Na medida em que se estreita a possibilidade de Cunha voltar à Câmara, cada um desses aliados tem mais ganas de sentar na cadeira dele. Quando esse espaço for ocupado, a força dele perde pelo menos mais 50% da potência que já teve — afirma um interlocutor de Temer.
São esses “generais” os responsáveis pelo leva e traz de Cunha ao Planalto nos últimos dias. Segundo relatos de auxiliares de Temer, esses deputados fizeram todo o movimento para emplacar aliados de Cunha no governo. A operação começa na residência oficial da presidência da Câmara, onde Cunha vive e despacha diariamente, e que é frequentada pelos aliados como se de seu gabinete político se tratasse. Os deputados coletam as informações com o peemedebista e as levam ao Planalto e para os demais deputados de suas bancadas.
Ira contra Planalto
Alguns do governo acreditam que, com as afrontas aos seus investigadores, Cunha vai acabar sendo preso. E o que o governo não quer é ser responsável por isto e ver a ira dele se voltar contra o Planalto. Portanto, a ordem, no momento, é atendê-lo no que for possível para evitar ataques. Exemplo disto foi a escolha de André Moura para a liderança do governo. Apesar de ter aceito a indicação de Cunha, aliados de Temer são enfáticos:
— André Moura é líder do governo até quando estiver servindo ao governo. E, pragmático como é, Cunha não vai nos prejudicar. Se tem alguém que pode acolhê-lo politicamente é a base do governo, que é comandada, obviamente, pelo governo. Para ajudá-lo, o governo pode oferecer aos deputados cargos, emendas, liberação de obras. Ele sabe que entrar numa disputa com o Planalto, desta vez, não é uma boa — diz fonte próxima Temer.
Apesar de dizer que não indicou “nem um alfinete” para o governo Temer, vários aliados de Cunha ingressaram no coração do novo governo. Cunha, no entanto, nega estar exercendo qualquer influência sobre o governo e diz que não há o que temer.
— Não estou exercendo qualquer influência em nada. E ninguém tem motivos para qualquer temor porque não tenho nada para expor de nenhum deputado. Amizade, eu tenho muitas. Fui eleito por maioria absoluta em primeiro turno e contra o governo em início de mandato — afirmou ao GLOBO, por meio de mensagem.
O Globo

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Gerusa do Baralho, a defeituosa da quinta

Gerusa costuma passear pelos arredores do Baralho, em Bayeux, pilotando a sua bicicleta de seis marchar. Diz que faz isso para manter a forma, muito embora o sargento Nivaldo insista em dizer, com jeito de despeitado, que ela é muito da mal feita.
AddThis Sharing Buttons

MARANHÃO ME ENVERGONHOU

Marcos Maivado Marinho

Foi lamentavelmente vergonhoso o discurso do senador José Maranhão na histórica sessão de ontem/hoje em que o Senado da República autorizou, por absoluta maioria do colegiado, a abertura de processo de impeachment contra a Presidente Dilma Rouseff. 
Piegas e inconsequente, a oratória do paraibano não revelou de fato a sua cara, mesmo aquela cansada e insone - mais ranzinza do que sóbria - que alteou na tribuna à vista de milhões de brasileiros. 
Ao longo de uma brilhante história política de mais de cinco décadas o filho de Seu Benjamin sempre ostentou postura de altíssimo nível, mantendo em atos e falas moderação e equilíbrio, raríssimas ofensas e permanentes traços de conciliação. 
Ouvir Maranhão sempre foi especial, pelo menos para mim que continuo o admirando e dele recebendo aulas de vida.  
Sensato e cortês, mesmo em momentos onde carecia se exceder Zé nunca abaixou-se à soleira.  
Foi assim no Campestre de Campina Grande sob o ébrio dedo em riste de Ronaldo Cunha Lima;. 
Foi assim quando, Líder do seu Governo na Assembléia estadual, Robson Dutra o humilhou. 
Foi assim em ‘ene’ vezes diante d’alguns inconsequentes que não conseguiam aquilatar o dom de estadista desse nosso último ‘moicano’ da política estadual. 
Mas, tripudiar sobre Dilma não me pareceu ter sido algo sensato para Maranhão mostrar nesse instante do Brasil em febre.  
E que dizer sobre cuspir-lhe na face?  
Maranhão, não tanto pelo vasto bigode que adorna o redondo rosto de brejeiro rico e feliz, virou ‘alma gêmea’ em coisa miúda e a ele igualando-se, do desastroso homônimo que interinamente preside a Câmara dos Deputados. 
Arrisco a dizer que fez mais feio, pois sem tempo para voltar atrás. 
A gente até entende que o velho ararunense carregue ódio n’alma por preterições políticas.  
Dilma, é verdade, nunca mandou beijos para Zé... 
Mas os trouxe, em carradas, que ele de Araruna a Cabedelo, Paraíba afora, angariou dividendos eleitorais espetaculares. 
Por isso o insosso e intempestivo pedido de perdão ao eleitorado da Paraíba por ter votado em Dilma não se encaixa no discurso e nem na história de Maranhão e eu quero continuar a crer que não seja da lavra dele o que leu na tribuna do Senado, mas do `reverendo` Julio Paiva, o assessor de fétido verbo que nomeou para auxiliá-lo nesse mandato que aparenta ser o derradeiro dele no Parlamento do Brasil. 
Foi feio, muito feio.  
A mim, e a toda a Paraíba, Maranhão ontem infeliz e lamentavelmente envergonhou.

domingo, 8 de maio de 2016

Prefeitura de São Sebastião do Umbuzeiro realiza festa para as mães


A Prefeitura Municipal de São Sebastião do Umbuzeiro realizou na tarde deste sábado (07), uma grande festa em comemoração ao Dia das Mães, que foi antecipada e realizada na praça de eventos Abelardo Costa Leitão.
Houve diversas apresentações culturais, brincadeiras, distribuição de brindes, homenagens e momentos que marcaram as homenageadas. “Desejo que Deus derrame sobre todas as Mães Bênçãos Divinas, não apenas hoje, mas em todos os momentos de suas vidas. Parabéns a todas vocês Mães, estamos satisfeitos por promover uma festa tão grandiosa para as Mães essa é a oitava no meu Governo, hoje é o segundo ano que passo sem a minha mais tenho a certeza que hoje ela está com Deus”, enfatizou Chico Neves.
A homenagem também contou com a presença do prefeito Chico Neves, Vereadores, Secretários e equipe de apoio.
Criança de 2 anos morre afogada dentro de cisterna no Cariri
Criança de 2 anos morre afogada dentro de cisterna no Cariri
Criança de 2 anos morre afogada dentro de cisterna no Cariri

sexta-feira, 11 de março de 2016

Lindaura do Bessa, a defeituosa da segunda

Foi exatamente assim: Lindaura, a bela moça da foto, achegou-se a Jackson Bandeira ali na sua vivenda do Bessa e lhe ofereceu uma sessão de massagem. Jackson olhou pra ela, mirou bem, emocionou-se, ajoelhou-se, estendeu a mão e implorou: "A benção, minha santa!"

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

BOA NOITE SAINDO PRA VER LIVIA NO BANHEIRO

O MINISTÉRIO PUBLICO ADVERTE, AS IMAGENS QUE SE SEGUEM ABAIXO NÃO SÃO RECOMENDADAS PARA MENORES DE 18 ANOS. AGORA SE VOCE TEM MAIS DE 18 ANOS E GOSTA DA FRUITA, CLICK NO “VEJA MAIS”
Veja Mais

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

PSB oficializa nomes de 13 pré-candidatos a prefeito da região do Cariri; confira


12743712_401642040006259_1896741849804123744_n

O diretório estadual do PSB apresentou na manhã deste sábado (20) 157 pré-candidatos a prefeitos em municípios paraibanos, incluindo os municípios de João Pessoa, com o engenheiro João Azevedo e em Campina Grande, com a candidatura do deputado estadual Adriano Galdino.Os nomes dos pré-candidatos foram apresentados pelo governador Ricardo Coutinho e pelo presidente do PSB na Paraíba, Edvaldo Rosas, em um auditório lotado com representação de mais de 200 municípios paraibanos.  O governador Ricardo Coutinho destacou que o partido tem uma longa caminhada pela frente e precisa continuar mudando a Paraíba e, isso, passa necessariamente pelos municípios.“Nosso partido é acostumado a nadar contra as correntezas, superar desafios, com uma militância forte e aguerrida e, se já somos o maior partido da Paraíba com 57 prefeituras, vamos sair no dia 2 de outubro com o dobro de prefeitos eleitos”.Em seu discurso, Ricardo se mostrou preocupado com a situação administrativa de alguns municípios, particularmente João Pessoa e Campina Grande que estão num patamar muito abaixo do que seu povo necessita e das suas grandezas.“O município de João Pessoa precisa voltar a se desenvolver com uma gestão moderna e de resultados e Campina Grande precisa se libertar de uma oligarquia que só gera atraso ao município. João Pessoa e Campina precisam de gestões com qualidade e conteúdo, gestões que dialoguem com o governo do Estado e com a sociedade e não se movam apenas pelos interesses pessoais de quem governa”, ressaltou.Ainda de acordo com Ricardo, o partido saberá respeitar aliados apoiando candidatos de outras legendas em vários municípios e pregou unidade, mais cobrou reciprocidade. Ele pediu a manutenção da unidade do partido.PSB-Pré candidatos2“A desunião é mais forte que os nossos adversários. Por isso vamos para as eleições com força, determinação e união contra os nossos adversários”.João Pessoa– O pré-candidato a prefeito da capital, João Azevedo, disse que o PSB vem forte para a disputa das eleições deste ano e deve apresentar mais de 150 candidatos a prefeito na Paraíba.“Isso mostra o reconhecimento da população com a forma de gestão socialista, os mais de R$ 550 milhões em obras e seu reflexo junto à população. “Em João Pessoa vamos caminhar juntos, com unidade, tendo em vista a alta aprovação da gestão do PSB em João Pessoa”.Campina Grande – O deputado estadual Adriano Galdino também disse estar pronto para assumir a missão dada pelo partido de administrar os destinos da cidade de Campina Grande que é um orgulho para qualquer político da Paraíba.Ele destacou que venceu no partido a sua tese de várias candidaturas da oposição no 1° turno e que os próximos passos serão dados pelo governador Ricardo Coutinho e pelo presidente Edvaldo Rosas.“Levo a minha história de vida e de superação e experiência administrativa como vereador, prefeito e deputado para o povo de Campina”, completou.Cariri Paraibano – 13 pré-candidaturas a prefeito da região do Cariri Paraibano foram lançadas oficialmente. Confira:Amparo – José ArnaldoOuro Velho – Ravena FariasParari – José Josemar (Josa)Caraúbas- Silvano DuduGurjão – Adailsinho QueirozMonteiro – ConradoSão João do Cariri – George AquinoSão João do Tigre – CélioSerra Branca – Guilherme GaudêncioPrata – Júnior NóbregaSanto André – FidelisSumé – Éden DuarteZabelê – Sessé FumeiroParaíba Mix

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Casal é preso transportando drogas no Cariri


Por volta das 20 horas deste domingo (14), foram presos no Distrito de Santa Luzia do Cariri, Marcela Ferreira de Oliveira, de 23 anos, que reside no jardim Veneza em João Pessoa, e Francisco de Assis Nascimento, conhecido como Franck, de 42 anos, residente no conjunto Mario Andreaza em João Pessoa.
O casal estava indo para a cidade de Monteiro em um veículo Santana de cor prata e foi encontrado pela Polícia Civil 3 quilos de maconha prensada e 3 bolas de crack, equivalente a 150 gramas de crack. A droga foi encontrada em uma bolsa verde que estava no piso do carro próximo aos pés de Marcela Ferreira. O casal disse que não conhece as pessoas que receberiam a droga em Monteiro e também não revelou quem teria entregado a droga aos mesmos na capital.
Com essa apreensão, a quadrilha teve um prejuízo de aproximadamente 15 mil reais. O casal foi autuado em flagrante pelo delegado Dr. Paulo Rabelo.
e17c186eb9077cbeac8526f7738e2917_M
De Olho no Cariri com informações de Jacqueline Oliveira

Açucena de Serraria, a defeituosa da segunda


Acostumada ao frio de quase zero da sua Serraria de tantos encantos, Açucena aproveitou o final de semana para descontrair sob o sol de quarenta graus do Cabo Branco, como hóspede do intrépido conterrâneo Wellington Fodinha, que fez questão de apresentá-la aos notívagos Zé Euflávio, Marcos Pires e Kubi Pinheiro, profundos conhecedores das ondas e borbulhos da mais bela praia do Brasil. Ela disse que gostou tanto que quer ficar de vez morando na vivenda do seu conterrâneo e mestre.

Frei Anastácio deixa bancada de oposição a RC na Assembleia Legislativa


IMG-20160216-WA0002O deputado estadual Frei Anastácio (PT) confirmou deixar a bancada de oposição na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, durante a reabertura dos trabalhos na Casa.
Frei Anastácio disse que ideologicamente não sente que está no lugar certo. “Depois de conversar com minhas assessorias e a minha base, achei por bem, para deixar a bancada bem à vontade, sair. Não é porque eu tenha problema com os outros parlamentares. Vamos continuar bem, e com respeito”.
O petista afirmou que manterá uma postura independente. “Vou votar as matérias que trouxerem benefícios ao povo”.
O parlamentar disse que conversou com o líder do PT na Assembleia, Anísio Maia, sobre a sua saída. “Tive o aval desta decisão tanto de Anísio como da direção, e daqueles que votaram em mim e todas as lideranças. Ou seja, é algo decidido conjuntamente. Assim vou ficar muito à vontade no debate, defendendo os trabalhadores, os rios, a agricultura e todas as categorias”.
Frei Anastácio afirmou ter um bom relacionamento com a bancada de situação, mas não se tornará membro dela.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Chove em São Sebastião do Umbuzeiro e agricultores se animam para plantio

Cadastramento biométrico pode terminar neste mês; confira as cidades do Cariri

biometriaeleitoral2

O cadastramento biométrico na Paraíba pode ser encerrado ainda este mês. O motivo é que o Tribunal Regional Eleitoral pode atingir a meta de 80% dos eleitores atendidos e homologar esse resultado, encerrando o cadastramento nos 98 municípios que passam pelo processo obrigatório da biometria.
A informação é da assessoria de comunicação do TRE, que informou também que a partir desta segunda-feira, 18, o cadastramento será feito das 8h às 17h sem interrupção para que o público possa ser melhor atendido.
Segundo o presidente do TRE, desembargador João Alves da Silva, com a homologação do processo biométrico, o eleitor que não se cadastrou terá o título cancelado e ficará sujeito às penalidades da lei, e sofrer vários prejuízos, como: não obter passaporte, não se inscrever em concurso público, não obter empréstimos, não receber salário, se servidor público, além de suspensão dos benefícios sociais como o Bolsa Família, dentre outros.
Até ontem, mais de 637.664 eleitores já haviam realizado a coleta das impressões digitais nos 98 municípios que passam pelo processo obrigatório da biometria.
Em João Pessoa, as pessoas que ainda não haviam feito o cadastramento biométrico enfrentaram longas filas no Fórum Eleitoral da capital.
Na manhã de sábado, 15, um grupo de pessoas fechou a Avenida Odon Bezerra por não ter conseguido senhas para o atendimento e conforme relato, muitas haviam chegado na fila por volta das 4h da madrugada para poder pegar uma senha para ser atendido.
Ainda de acordo com a assessoria do TRE, o número de pessoas já atendidas corresponde a 70.04% do eleitorado, restando se cadastrar 272.795 eleitores. A expectativa do TRE é atingir 80% dos eleitores cadastrados até o fim deste mês.
Transferência
O prazo para a transferência de título vai até o fim deste mês e isso tem causado transtorno para as pessoas que querem transferir o documento para votar na capital. Como vários servidores foram deslocados para realizar o cadastramento biométrico nas cidades do interior do Estado, o serviço tem sido demorado, mas com a determinação do TRE de alongar o atendimento nos dois turnos os transtornos tendem a ser minimizados.
O cadastramento biométrico é obrigatório e gratuito e o eleitor deve comparecer ao Cartório Eleitoral ou Posto de Atendimento no seu município portando título de eleitor, se houver, um documento oficial com foto e comprovante de residência não inferior a três meses.
Na Paraíba, a biometria envolve 26 Zonas Eleitorais, abrangendo 98 municípios, são eles:
Alagoa Nova, Alcantil, Algodão de Jandaíra, Amparo, Aparecida, Araçagi, Areia de Baraúnas, Areial, Assunção, Bananeiras, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Bayeux, Boa Ventura, Boqueirão, Borborema, Cabaceiras, Cacimba de Areia, Cacimbas, Cajazeirinhas, Camalaú, Caraúbas, Caturité, Congo, Coxixola, Cubati, Cuitegi, Curral de Cima, Curral Velho, Desterro, Diamante, Dona Inês, Esperança, Guarabira, Gurjão, Imaculada, Itaporanga, Jacaraú, Juazeirinho, Juncodo Seridó, Lagoa de Dentro, Lagoa, Lastro, Livramento, Lucena, Mãe D’água, Marizópolis, Matinhas, Maturéia, Montadas, Monteiro, Nazarezinho, Olivedos, Parari, Passagem, Patos, Paulista, Pedra Branca, Pedro Régis, Pilões, Pilõezinhos, Pombal, Quixaba, Remígio, Riacho de Santo Antônio, Salgadinho, Santa Cruz, Santa Luzia, Santa Rita, Santa Teresinha, Santo André, São Bentinho, São Domingos de Pombal, São Domingos do Cariri, São Francisco, São João do Cariri, São João do Tigre, São José da Lagoa Tapada, São José de Caiana, São José de Espinharas, São José do Bonfim, São José do Sabugi, São José dos Cordeiros, São Mamede, São Sebastião de Lagoa de Roça, São Sebastião do Umbuzeiro, São Vicente do Seridó, Serra Branca, Serra Grande, Soledade, Sousa, Sumé, Taperoá, Teixeira, Tenório, Várzea, Vieirópolis e Zabelê.

Idoso de 83 anos morre em acidente na zona rural de Monteiro

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

26 dez. 2015 FELIZ ANO NOVO, PREFEITOS DA PARAIBA


Os prefeitos paraibanos podem contar com recursos extras para tocar projetos que ficaram na fila de espera este ano por conta da crise econômica. Em ano eleitoral, os gestores tentam acelerar o ritmo das obras, mas esbarram na escassez de recursos. A partir da repatriação de recursos de ativos brasileiros mantidos ilegalmente no exterior, os prefeitos paraibanos podem receber em média R$ 791,2 milhões caso o projeto seja aprovado no Congresso Nacional. De acordo com o Senado, com a repatriação dos recursos no exterior, o Ministério da Fazenda estima que a União arrecade cerca de R$ 35 bilhões com a nova tributação. Parte desse montante deve ser usada para compensar estados e municípios por possíveis perdas de arrecadação com a unificação das alíquotas prevista na reforma do ICMS. No aperto em decorrência da retração econômica e após promover uma série de cortes nas despesas para manter os serviços essenciais, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), deve ser o maior beneficiado com a aprovação do projeto. Conforme a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), a estimativa é que capital receba aproximadamente R$ 25,7 milhões com a repatriação. Já para Campina Grande, administrada por Romero Rodrigues (PSDB), a previsão é que o incremento de recursos alcance R$ 12,7 milhões. O terceiro maior repasse ficará com o município de Santa Rita, com R$ 11,3 milhões. O estudo mostra que 137 municípios podem receber R$ 2,1 milhões, enquanto para outros 26 a previsão é de um repasse superior a R$ 4,2 milhões. Em novembro, a Câmara dos Deputados aprovou texto- -base do projeto de lei que regulariza dinheiro enviado por brasileiros ao exterior sem declaração à Receita Federal. Essa matéria constitui uma das medidas sugeridas para o ajuste fiscal, na busca de receitas para equilibrar as contas públicas.
Equilibrar finanças
O presidente da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Tota Guedes, explicou que na Paraíba os recursos da repatriação representam quatro cotas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e seria a oportunidade para os prefeitos organizarem as finanças e minimizarem os efeitos que a crise provocou este ano nos municípios. Tota descreveu o projeto como sendo uma “luz no fim do túnel” para que os prefeitos possam equilibrar as contas. “O ano foi muito difícil e essa seria uma solução para os municípios saírem do aperto. Muitas prefeituras estão de- vendo a fornecedores e com salários atrasados. A crise foi tão grande que mal dava para pagar a folha”, disse. Segundo Tota, a crise repercutiu na capacidade de investimento dos municípios, que é quase zero na maioria deles. “E quem sofre com isso é a população. É uma escola que deixa de ser recuperada, uma rua que não é calçada, uma medicação que não chega a quem mais precisa”, afirmou. Este ano, conforme Tota, os municípios operaram no limite. “É uma situação extremamente difícil. Os municípios receberam praticamente o mesmo volume de recursos repassados em 2014 só que o custeio aumentou quase 20%. Máquinas ficaram paradas porque não havia dinheiro sequer para pagar o combustível. Não é choradeira de prefeito, mas estamos esperançosos com os recursos da repatriação”,