GRANDE ANACLETO REINALDO

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

EM INGÁ MINISTÉRIO PÚBLICO REÚNE-SE COM ÓRGÃOS DE PROTEÇÃO AOS DIREITOS DAS CRIANÇAS E DOS ADOLESCENTES PARA DEFINIR UM PLANO DE AÇÃO COM VISTAS A EXECUÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS EM FAVOR DA CAUSA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.

A Promotora de Justiça, Dra. Cláudia Cabral Cavalcante, convocou para uma reunião, os conselhos tutelares, os conselhos municipais de direitos da criança e do adolescente, os CREAS, os CRAS, dos quatro municípios que integram a comarca (Ingá, Itatuba, Riachão do Bacamarte e Serra Redonda) visando a integração de todos os órgãos para a defesa dos

As minas de Duca relaxando

As meninas aqui apresentadas são afilhadas do amigo Cabo Duca e estão fazendo treinamento para trabalhar na sua rede de lojas de redes de agave. Como, porém, ninguém é de ferro, ganharam uma tarde livre e puderam relaxar à vontade.


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

31 jan 2017 HEI, PSIU ! CUIDADO ÓIA : Esposa de vereador é condenada a quatro anos de prisão por receber Bolsa Família


De acordo com a denúncia, Mirelle Barbosa da Silva recebeu R$ 5.268,00 
A denúncia foi feita pelo Ministério Público Federal de Patos (Foto: Divulgação)
Uma empresária do ramo de aluguel de veículos e esposa de um vereador da cidade de Desterro, no Sertão do Estado, foi denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) por receber indevidamente benefícios dos programas federais Bolsa Família e Seguro Safra. De acordo com a denúncia, Mirelle Barbosa da Silva recebeu R$ 5.268,00 provenientes do Bolsa Família e R$ 2.235,00 do Seguro Safra.
O juiz federal da 14.ª Vara Federal da Seção Judiciária da Paraíba, em Patos, Claudio Girão Barreto, definiu a pena de quatro anos, cinco meses e dez dias de reclusão, além de 20 dias-multa, no valor de cada dia em 1/30 do salário mínimo vigente à época do último saque, que era de R$ 678,00 em 2013.
CONFIRA A AÇÃO PENAL
Mirelle é esposa do vereador da cidade de Desterro, Tiago Simões dos Santos. Ela recebeu os benefícios no período de 29 de março de 2011 a 29 de outubro de 2013.
De acordo com a decisão, a acusada não teria as condições necessárias para receber os benefícios federais e teria “realizado cadastro junto à prefeitura de Desterro/PB, prestando, possivelmente, declaração falsa, com o objetivo de iniciar o recebimento das parcelas, o que consubstancia vantagem ilícita em prejuízo do Estado”, o que configura estelionato.
Ficou constatado que Mirelle não se encontra em estado de extrema pobreza, devido aos rendimentos como empresária. O juiz considera que “embora tenha apresentado as teses de que seria apenas um veículo e que a locação somente ocorreu de maio a dezembro de 2012, não negou o recebimento dos valores ou a propriedade dos bens em tela”.
Ainda na decisão ficou determinado que a ré deverá iniciar o cumprimento da pena no regime semiaberto. Ela ainda poderá apelar da decisão em liberdade.

POLICIA FEDERAL FRUSTRA ASSALTO EM CIDADE DO CARIRI




Nas primeiras horas do primeiro de Fevereiro, em uma ação de inteligência e comandada pela Policia Federal e com o apoio da Policia Militar frustrou um assalto a agencia dos correios da cidade do
Congo no cariri paraibano. A ação contou com Policiais Federais e o apoio da Policia Militar da Paraiba. Na ação os policiais trocaram tiros com bandidos que tentavam arrombar a agencia dos correios, de acordo com informações extra oficiais um dos bandidos foi morto no local e os demais saíram em fuga a pé pelo matagal. A policia esta fazendo buscas para prender os demais integrantes da quadrilha.  Não foi confirmado se eles conseguiram arrombar o cofre da agencia dos correios. O que se sabe é que foi uma ação bem sucedida que a policia fez e que merece o reconhecimento da população. 

Fonte e Foto: Da Redação CongoNoticia

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Água da transposição começa a encher estação e segue rumo à Monteiro. VÍDEO!

Prefeito firmará parceria com empresas mineradoras para ações em Boa Vista
As águas da transposição do Rio São Francisco já estão enchendo a segunda estação elevatória do eixo Leste da transposição, que fica no município de Floresta, Sertão de Pernambuco. A informação foi confirmada pelo Ministério da Integração Nacional, que afirmou que a Paraíba vai ser abastecida com a transposição até março deste ano. Veja o vídeo abaixo.
Segundo o ministério, as obras físicas do eixo Leste foram concluídas em dezembro e o bombeamento da água para Floresta começou no início deste mês.
“As obras físicas para a passagem da água no Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco foram concluídas em dezembro de 2016, quando foi iniciado o enchimento das estruturas. O bombeamento começou logo após, no início de janeiro. A estrutura está instalada no município de Floresta, em Pernambuco. A água deve chegar ao município de Monteiro no primeiro trimestre de 2017 e seguirá pelo rio Paraíba até Campina Grande”, afirmou o ministério da Integração.
Em dezembro, o governo do estado de São Paulo anunciou o empréstimo de 1.800 metros de tubulação (dividida em 150 segmentos de 12 metros), quatro conjuntos de bombas flutuantes, 1.360 metros de cabos, quatro motores (sendo dois reservas) e outros equipamentos elétricos que vão ser instalados em Floresta para tornar mais rápida a distribuição da água em Pernambuco e para a Paraíba.

Os primeiros equipamentos saíram de São Paulo no dia 4 deste mês e devem chegar em Pernambuco até o dia 15. De acordo com previsão do Ministério da Integração Nacional, o uso das bombas flutuantes deve antecipar em até 25 dias a chegada da água a Monteiro e, na sequência, a Campina Grande.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Vamos falar sobre nepotismo?

Por Luana Brandão
luanabrandaonovaCom certeza em algum súbito momento de cidadão questionador você se perguntou: e essa “parentaiada” toda ai no serviço público, pode? Pois bem, respondo com um rasteiro, sonoro e direto, NÃO! Essa prática de alguns gestores de encher as prefeituras de parentes é chamada de NEPOSTISMO. Ela viola as garantias constitucionais de impessoalidade administrativa, estabelecendo assim uma posição privilegiada aos que recebem esse afago dos gestores, já que na maioria das vezes não consideram a capacidade do parente para o exercício do cargo público.
Friso que a prática de nepotismo em municípios do interior, onde quase não há fiscalização, é uma constante. Não é difícil encontrar um cunhado (a), irmão (a), sogra (o) ou primos de qualquer que seja o grau, prestando serviço nas repartições municipais, por exemplo. E é mais notória ainda a falta de capacitação de alguns deles para o desempenho das funções design adas, com raras exceções. E quando falo nessas exceções, refiro-me à capacidade técnica dos apadrinhados e não raras às vezes em que parentes são contratados sem concurso, ingressando no serviço público por ‘debaixo das asas’ de gestores descompromissados com a população.
A prática descarada e desinibida de NEPOTISMO condiciona os municípios à falta de flexibilidade e fluidez no serviço público. Ao citar a flexibilidade reporto-me ao fato de que, apenas, uma família (ou duas já que existem os agregados por parte do cônjuge) detém as vagas de emprego que deveriam estar dispostas para a população através de concurso que é a porta de entrada correta para o serviço público. E prejudica a fluidez da gestão pelos motivos citados acima: a contratação de pessoas sem capacidade técnica para exercício de funções faz com que tudo caminhe mais devagar – isso quando caminha.
É também uma forma de garantir a estes gestores que em alguns anos eles terão o reconhecimento dessas pessoas e, conseqüentemente, seus votos e os de seus agregados que alegremente entoaram seus jingles e baterão de porta em porta pedindo, suplicando que você mantenha aquele gestor que o nomeou no poder para que seu cargo continue garantido. O gestor que pratica o nepotismo precisa entender que esta ferindo princípios da Constituição Federal, que o proíbe de cometer tal ato. Mas você acha que eles se importam? Não. Porque nem sempre há fiscalização. Os órgãos que deviam fiscalizar estão abarrotados de parentes para todos os lados.
Cabe, portanto, ao cidadão conhecedor dos seus direitos e deveres, fiscalizar e cobrar dos seus gestores que sigam o que manda a Constituição, realizando concursos e garantindo vagas para todos de forma igualitária. A maioria desses municípios não tem indústrias, fábricas ou qualquer outra forma de geração de emprego e renda. Há somente a agricultura e a prefeitura. E se ela esta ocupada com parentes do prefeito, de que forma o resto da população vai ganhar dinheiro?
Essa reflexão é necessária, principalmente agora quando novas gestões estão começando. Observe, então, como estão sendo preenchidos os cargos públicos. Faça você mesmo essa análise e não se esqueça de que você tem diversos caminhos para denunciar os atos impróprios de muitos gestores. Fique atento!

Nota: Há casos em que é permitida a nomeação de parentes, mas só para cargos políticos como por exemplo, secretarias, graças a uma ‘brecha’ na súmula 13 do CNJ. Nomeações de parentes em funções administrativas ficam caracterizadas, então, como nepotismo.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Adriano anuncia secretariado para nova gestão em São Sebastião do Umbuzeiro

Bombas seguem para o Nordeste, onde vão acelerar chegada da transposição
Bombas seguem para o Nordeste, onde vão acelerar chegada da transposição
Bombas seguem para o Nordeste, onde vão acelerar chegada da transposição
O prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro, Adriano Wolf, divulgou na manhã desta quarta-feira (4), os nomes dos novos secretários que irão compor o seu governo. Adriano manteve alguns secretários que já ocupavam pastas na gestão do ex-prefeito Chico Neves.
Ao lado do vice-prefeito, Chico de Mariano, o prefeito Adriano reuniu todos os secretários e cobrou empenho de seus auxiliares para contribuir com a nova gestão. “Estamos cobrando dessa nova equipe empenho, para que todos possam trabalhar para melhorar cada vez mais a vida das pessoas de nossa querida São Sebastião do Umbuzeiro, e tenho certeza que todos irão desempenhar um excelente trabalho no nosso município”, afirmou Adriano.
Adriano ainda anunciou que cada Secretaria terá um secretário adjunto, para auxiliar nos trabalhos do secretário. Ele ressaltou que com ausência de algum secretário para cumprir atividades fora do município, cada secretaria terá o seu adjunto para atender e dá uma resposta a população.
Os nomes dos secretários adjuntos estão sendo definidos e serão anunciados em breve.
Veja a lista de gestores:
Agricultura: Diego Elesbão
Administração: Mariana Neves
Ação Social: Joaquina Gomes
Educação: Rosa Almeida
Finanças: Marcos Pereira
Infraestrutura: Paulo Feitosa
Saúde: Marcio Luiz Pereira Neves

BOA NOITE, SAINDO PRA COMEÇAR O ANO DE BEM COM A VIDA


O MINISTÉRIO PUBLICO ADVERTE, AS IMAGENS QUE SE SEGUEM ABAIXO NÃO SÃO RECOMENDADAS PARA MENORES DE 18 ANOS. AGORA SE VOCE TEM MAIS DE 18 ANOS E GOSTA DA FRUITA, CLICK NO “VEJA MAIS”

Vené defende composição com PSB e quer ser o candidato de Ricardo ao Governo do Estado

O deputado federal Veneziano Vital do Rego (PMDB) negou mais uma vez a possibilidade de deixar o partido, apesar de manter críticas aos rumos que a legenda vem tomando no estado. O parlamentar defendeu aliança entre peemedebistas e socialistas em 2018 e admitiu interesse em se candidatar caso seja indicado pelo governador Ricardo Coutinho. 
4504K

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Nordeste terá volume tão grande de chuvas que vai modificar até a geografia, dizem pesquisadores da USP

De acordo com pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), ao Correio Online, chuvas torrenciais trarão um volume de água tão grande, a ponto de modificar a geografia nordestina, eliminando espécies e fazendo surgir novas fauna e floraPesquisadores da USP explicam por que deverá chover mais no NE

“O Sertão vai virar mar… Dá no coração, o medo que algum dia o mar também vire Sertão”. A segunda parte do refrão já aconteceu em várias localidades do Nordeste, onde rios viraram poeira. A primeira e mais improvável, pode não ser tão improvável assim e se tornar realidade nas próximas décadas, de acordo com a previsão de estudiosos sobre prognósticos do clima a médio e longo prazo. Após sofrer por várias décadas com a seca, o Nordeste brasileiro pode ir para o outro extremo e sofrer com excesso de chuvas, que começariam em 30 anos, de acordo com as previsões.

De acordo com pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), ao Correio Online, chuvas torrenciais trarão um volume de água tão grande, a ponto de modificar a geografia nordestina, eliminando espécies e fazendo surgir novas fauna e flora. O desastre ambiental será provocado pela ação do homem, que resulta em emissão de gases do efeito estufa em atlas concentrações e desequilibram o clima no planeta. O resultado disso é que as correntes marinhas irão reduzir em até 44% sua intensidade, provocando super aquecimento das águas do Atlântico, nas imediações da região Nordeste, produzindo maior evaporação e formação de chuvas em excesso.



“O aquecimento global vai arrefecer as correntes marinhas de duas formas. Uma delas é intensificando as chuvas nas altas latitudes do Atlântico Norte, onde as águas precisam ser mais densas para afundar e retornar ao Sul, realimentando as correntes. Se chove muito, reduz a salinidade da água e consequentemente sua densidade, dificultado o afundamento. A outra forma é derretendo as calotas de gelo sobre a Groenlândia, liberando água doce e também reduzindo a salinidade da água, exatamente nos sítios de formação das águas profundas, onde as correntes marinhas fazem o retorno”, explicou o professor de Ciências da USP, Cristiano Chiessi, coordenador da pesquisa que estuda os efeitos da redução das correntes marinhas.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Sérgio Moro tem momentos de descontração com Aécio em evento que teve presença de Temer Sérgio Moro tem momentos de descontração com Aécio em evento que teve presença de Temer


aecio-moroA rigor, as únicas celebridades presentes no palco da premiação “Brasileiros do Ano”, da revista “Istoé”, eram a atriz Grazi Massafera e a cantora Ludmilla. Mas, durante o evento, realizado na noite desta terça (6) em São Paulo, o superstar foi o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas decisões da Operação Lava Jato em primeira instância.
Premiado como o “Brasileiro do Ano na Justiça”, Moro ofuscou não só Grazi e Ludmilla, mas o presidente Michel Temer (PMDB) e ministros como Henrique Meirelles (Fazenda), José Serra (Relações Exteriores, PSDB), Alexandre de Moraes (Justiça) e Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, PSD), entre outros. Também não foram páreo para o juiz nomes como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; o prefeito eleito de São Paulo, João Doria; e o senador mineiro Aécio Neves, todos do PSDB.
Antes do começo da cerimônia, posou para selfies com convidados. Na abertura, quando todos os premiados foram chamados ao palco, um a um, foi ovacionado pelos convidados quando anunciado. Antes de chegar à sua cadeira, foi aplaudido de novo. Citado no discurso do jornalista Ricardo Boechat, ganhou mais palmas. As mãos de Serra e Kassab não se moveram.

Descontração com Aécio

Já Aécio, citado em delações da Odebrecht e da OAS, não pareceu incomodado ao sentar-se ao lado de um dos símbolos da Lava Jato. Aliás, nem Moro. Sorridentes, ambos pareceram conversar de forma descontraída ao longo da cerimônia. Aécio é investigado por sua atuação na CPI dos Correios e por supostamente ter recebido propina da estatal Furnas, mas não na Lava Jato. O senador nega ter cometido irregularidades.
Diante do presidente da República, de um senador e de vários ministros –todos com direito a foro privilegiado no STF (Supremo Tribunal Federal)– Moro elogiou em seu discurso a atuação da mais alta Corte do país. A mesma de onde vieram decisões como a prisão do então senador Delcídio do Amaral e os afastamentos de Eduardo Cunha (cassado pela Câmara e depois preso por decisão de Moro) e Renan Calheiros do comando da Câmara e do Senado, respectivamente.
Segundo Moro, o STF “tem feito um trabalho muito significativo, digno de elogios, que demonstra que o cidadão pode confiar na justiça brasileira.” O magistrado também disse que a Justiça “é essencial para a confiança do cidadão nos contratos, nas leis” e “tem assumido um papel cada vez mais importante na vida brasileira, sem demérito das outras, evidentemente”. Mais aplausos.
Para a personalidade mais poderosa no palco, o presidente Michel Temer, o momento mais caloroso foi um breve aceno amistoso de Alckmin no discurso de abertura da premiação.
“Permitam-me dizer que o presidente Michel Temer não está sozinho”, disse, citando em seguida o lema do Estado de São Paulo. “Pelo Brasil, faça-se o máximo. Conte com São Paulo.”
UOL

Transposição está mais de 90% concluída e água chega até abril, diz ministro

RC foi o 10º que mais recebeu doação de empreiteiras envolvidas na Lava Jato
Mais de 90% das obras da transposição do rio São Francisco já foram concluídas e, com isso, a Paraíba e os estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará devem ter um alento na crise hídrica. A previsão é de que as águas da transposição cheguem ao estado entre janeiro e abril de 2017.
As informações foram dadas pelo ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, ao senador Raimundo Lira (PMDB).
Caso se confirme, a chegada da transposição na Paraíba vai ajudar na recarga de diversos mananciais, como é o caso do açude Epitácio Pessoa, o Boqueirão, que está com apenas 5,2% da capacidade total, ou 21,6 milhões de metros cúbicos (m³) de um total de 411 milhões de m³, segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa).
O complexo Coremas-Mãe d’Água também deve ser beneficiado. Atualmente, Coremas conta com 2,6%, ou 15,5 milhões de m³ de uma capacidade de 591,6 milhões de m³. Já Mãe d’Água tem 6,8%, ou 38,6 milhões de m³ de um total de 567,9 milhões de m³.

Portal Correio

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

LÁ VEM CHUVA: La Niña aponta ocorrência de muita chuva para 2017 em estados do Nordeste, incluindo a Paraíba




A cada fenômeno meteorológico ocorrido no Brasil, as esperanças de quem vive nos estados do Nordeste que mais estão sofrendo com a seca são renovadas, na expectativa de um ano de chuvas que correspondam às necessidades e à ansiedade dos nordestinos. Os mais recentes estudos apontam que a possibilidade de um bom período de chuvas em 2017 na região é cada vez maior.

Estudiosos afirmam que a frente fria que causou chuvas e estragos no eixo Sul-Sudeste do Brasil, e que já começa a fazer seus efeitos no Centro-Oeste, deverá subir mais, chegando ao Nordeste e provocando um satisfatório período chuvoso no ano que vem, muito provavelmente nos primeiros meses.

Estudiosos afirmam que a frente fria que causou chuvas e estragos no eixo Sul-Sudeste do Brasil, e que já começa a fazer seus efeitos no Centro-Oeste, deverá chegar ao Nordeste e provocar um satisfatório período chuvoso no ano que vem

A Agência Pernambucana de Águas e Clima - APAC divulgou recentemente a informação de que, após um período de 5 anos de seca, finalmente Pernambuco e estados vizinhos deverão ter um ano de chuvas. A mudança, segundo a entidade, se deve ao fenômeno La Ninha.

O diretor-presidente da APAC, Marcelo Asfora, disse que um dos principais fenômenos que interferem nas chuvas no Sertão é o El Niño, que, para a felicidade de quem espera ansioso pelas chuvas, não deverá interferir no ano que vem.

"A expectativa é que surja o fenômeno La Niña, que é o resfriamento das águas do Pacífico. Então, só o fato de não ter a interferência do El Ñino, vai favorecer a condição de chuva do Sertão", argumentou ele.


domingo, 13 de novembro de 2016

Prefeitos podem usar valor da repatriação para o 13º, diz Temer


michel-temer-310x245

O presidente Michel Temer postou um vídeo no Twitter pedindo aos prefeitos que entrem em contato com o governo federal para descobrirem o valor que cada prefeitura terá direito até o fim do ano e frisando que o dinheiro pode ser usado para pagar o décimo terceiro salário do funcionalismo. As cifras arrecadadas com o programa são alvo de ações, no Supremo Tribunal Federal, abertas por cerca de estados, que reclamam uma fatia maior do bolo.
“Você sabe que com a repatriação de capitais para o Brasil, o governo federal estará entregando a você, prefeito, uma verba que praticamente vai cobrir as suas despesas de final de ano. Isso para todos os prefeitos sem nenhuma exceção”, afirmou Temer.“Comunique-se com o governo federal que você saberá a importância que receber para este fim de ano, quem sabe até para pagar o décimo terceiro salário.”
Do montante arrecadado com o pagamento das multas e dos tributos para regularizar bens mantidos no exterior sem declaração à Receita Federal, 24,5% são repassados para os municípios, por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). No total, o governo arrecadou R$ 46,8 bilhões com o programa: metade desse valor é referente ao IR; a outra metade, à multa. Assim, os municípios têm uma parcela de R$ 5,26 bilhões.
OGlobo

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Governo limita auxílio-reclusão e restringe salário-maternidade


Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entraram em greve por tempo indeterminado. Eles reivindicam reajuste salarial de 27,5% e melhores condições de trabalho (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entraram em greve por tempo indeterminado. Eles reivindicam reajuste salarial de 27,5% e melhores condições de trabalho (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O presidente Michel Temer enviou ao Congresso Nacional, nessa segunda-feira (7), um projeto de lei que restringe o acesso ao auxílio-doença, salário-maternidade e aposentadoria por invalidez. O texto substitui uma medida provisória editada em julho que perdeu a validade por não ter sido votada a tempo pelos parlamentares. O governo alega que é precisa mudar a legislação para coibir irregularidades na concessão dos benefícios.
Com as novas regras, o projeto prevê uma economia anual de R$ 2 bilhões, em 2017, e de R$ 2,3 bilhões, em 2018. Estimativa bem abaixo da prevista na MP, que era de R$ 6,3 bilhões por ano, segundo o jornal Valor Econômico.
O governo pretende limitar o auxílio-reclusão, reduzindo o valor do benefício de 100% para 70% da aposentadoria a que o preso teria direito. Com isso, o teto passará a ser de R$ 848,40. Pela proposta, para ter acesso ao benefício, em vez de contribuir com um mês, ele terá de contribuir no mínimo 18 meses para a Previdência.
“Com essas modificações, busca-se evitar que o acusado, prestes a ser julgado, realize uma contribuição para a previdência com o intuito de beneficiar sua família caso seja condenado. A redução também se justifica pelo fato de que o preso tem seu sustento provido pelo Estado, sendo um membro a menos da família a onerar as despesas domésticas”, diz a justificativa do projeto, de acordo com o Valor.
O projeto também restringe o salário-maternidade, pago por quatro meses a seguradas do INSS durante a licença-maternidade. Pelo texto enviado ao Congresso, apenas as mulheres que contribuíram por ao menos dez meses com a Previdência terão direito ao benefício. Pela lei atual, bastava contribuir uma única vez para receber o benefício.
A proposta mantém a revisão do auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. Os beneficiários terão de passar por nova reavaliação para comprovar que não estão aptos a trabalhar. O texto aumenta de um para 12 meses o período de carência no INSS. Assinam o projeto de lei os ministros do Planejamento, Dyogo Oliveira, da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra.

Congresso em Foco

Prefeituras da PB irão receber mais de R$ 151 milhões de recursos da repatriação nesta quinta-feira

FPMO Tesouro Nacional credita no próximo dia 10 de novembro o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 1º decêndio do mês de novembro. Embora os municípios sofram com queda de 9% em relação ao mesmo período do ano passado, as prefeituras terão os valores acrescidos dos recursos da repatriação de ativos de brasileiros do exterior, fruto da Lei da Repatriação.  A informação foi divulgada pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).
De acordo com tabela divulgada pela CNM, os municípios paraibanos vão receber R$ 119.497.846,58 de FPM mais R$ 151.296.708,73 da repatriação. Os valores não incluem os repasses que serão feitos à capital. Os municípios com menor coeficiente (0,6) receberão mais de R$ 400 mil de recursos da repatriação. O montante soma a quantia de R$ 270.794.555,31.
Confira a relação completa na tabela abaixo.
No primeiro decêndio de novembro de 2015, o repasse do FPM para os municípios paraibanos foi de R$ 131.367.694,69.
fpm-pb


















Fonte: CNM