terça-feira, 30 de setembro de 2014

Prefeito é acusado de encher as ruas de pregos para impedir passeata "Fofa Chão" do 40, em Sousa


Assessores do prefeito André Gadelha, da cidade de Sousa, estão sendo apontados como os responsáveis pelo ato terrorista que foi praticado na tarde/noite de domingo, quando pessoas se feriram, motos tiveram os pneus furados, carros idem, com pregos de vários tamanhos que foram espalhados pela via pública momentos antes da realização da passeata denominada “Fofa Chão”, organizada por partidários de Ricardo Coutinho e que reuniu aproximadamente 25 mil pessoas.
Segundo o sousense Helder Carvalho, o resultado desse ato de barbárie foi que uma criança saiu ferida no pé ao pisar nos pregos: “Dois pregos, que mais parecem uma tarraxa furaram o seu pé! Pessoal, não quero aqui tirar proveito da situação, mas isso é REVOLTANTE!!! Quem viu a criança gritando aos berros de dor fica realmente indignado. Mas fazer o que? Basta se colocar no lugar dessa mãe! Ou melhor, no lugar da criança. Falta de Deus no coração.
Meu recado aos que tentaram boicotar a passeata, é que resultou na maior de todos os tempos.
Na sábado anterior, o prefeito André Gadelha fez a sua passeata, mas não teve o sucesso de público verificado na passeata organizada pelo ex-prefeito Fábio Tyrone, garante o radialista Ademar Nonato, maior audiência radiofônica do sertão, que presenciou os dois atos e não tem dúvida em afirmar que a passeata em favor da candidatura de Ricardo foi tão numerosa que o pessoal, na tentativa de esvaziá-la, encheu o trajeto de pregos.
Veja as imagens dos pregos recolhidos nas ruas de Sousa:

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Dia da eleição: justiça fecha o cerco e proíbe propaganda eleitoral em casas e veículos


eleicoesOs juízes eleitorais da Capital editaram uma Portaria Conjunta que visa inibir, em 05 de outubro, dia da eleição, o “Crime de Boca de Urna”. Entre as medidas, está a proibição de propaganda eleitoral em casas e em veículos que estiverem localizados próximos aos locais de votação. A decisão foi publicada na edição do Diário de Justiça desta segunda-feira (29).
O documento informa que qualquer tipo de propaganda eleitoral no entorno dos locais de votação, inclusive, em residências particulares, devem ser removidas até o dia 04 de outubro de 2014.  Verificada a propaganda, os donos dos imóveis podem ficar sujeitos a pena de multa. Os juízes entendem como irregularidades as placas, cartazes e pinturas de todos os prédios que estejam caracterizados com propaganda política, sem prejuízo de apuração de crime eleitoral.
A Portaria também traz a proibição do estacionamento de veículos caracterizados com propaganda política eleitoral, por mais de 30 (trinta) minutos, no entorno dos locais de votação. Os automóveis flagrados nessa condição correm o risco de serem multados e rebocados, e seus proprietários responder por Crime Eleitoral.  
Proibição de venda de bebidas ficará a cargo da Secretaria de Segurança  
Os juízes eleitorais ainda decidiram que a proibição de venda e consumo de bebidas alcoólicas no dia da eleição ficará a cargo da Secretaria de Segurança e Defesa Social do Estado. Para instituir a “Lei Seca” as autoridades de segurança podem tomar a decisão para assegurar a Ordem Social.

Wilson Santiago desqualifica pesquisa que mostra Cássio na liderança



Companheiro de chapa do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), o candidato a senador pela coligação “A Vontade do Povo”, Wilson Santiago (PTB), distribuiu nota à imprensa neste final de semana contestando os números da nova pesquisa IPESPE divulgada pelo Jornal da Paraíba.
A nova consulta revela que Wilson Santiago perdeu, pela primeira vez, a segunda posição para Lucélio Cartaxo (PT) na disputa para o Senado Federal. O candidato do PTB aparece com 13%, um a menos que o petista, que está com 14%.
“Quem quiser vencer esta campanha terá que vencer no voto. As pesquisas que vêm sendo divulgadas estão retratando muito pouco a realidade que estamos vivendo no Estado”, disse Santiago através de sua assessoria.
Ao contestar os números do IPESPE na disputa para o Senado, Wilson Santiago acaba desqualificando a posição de Cássio na corrida para o Palácio da Redenção, já que mesmo perdendo pontos, o tucano aparece na liderança.
Em relação à pesquisa anterior do IPESPE, Cássio perdeu cinco pontos, caindo de 48% para 43%, enquanto Ricardo Coutinho subiu 11 pontos, aumentado de 25% para 36%.
A nova pesquisa do IPESPE está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), sob o protocolo número PB-00035/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com o protocolo número BR-00863/2014.

Ricardo e Lucélio conclamam a Paraíba a votar ‘casado’ nos dois: “A vitória tem que ser por inteiro”





 A coligação ‘A Força do Trabalho’, intensificou sua campanha pela Paraíba nesse domingo (28) e levou a Caravana do Trabalho por oito cidades: Bayeux, Santa Rita, Cruz do Espírito Santo, Sapé, Mari, Araçagi, Itapororoca e Mamanguape. Em cada uma delas, chamava a atenção a quantidade de pessoas que decidiram seguir a o percurso a pé, cercando o veículo que levava o governador Ricardo Coutinho (PSB), sua vice, Lígia Feliciano (PDT), e seu companheiro de chapa, Lucélio Cartaxo (PT). A multidão que se aglomerava a cada cidade era tamanha, que, em vários momentos, literalmente travou o avanço da carreata. 
Não só a empolgação das ruas marcou mais esse evento do grupo. A demonstração de união em torno desse projeto, que, segundo defendem, tem por objetivo garantir que a Paraíba continue avançado, deu o tom mais uma vez dos discursos. Em um deles, na cidade de Mamanguape, o candidato a governador Ricardo Coutinho reforçou o que vem repetindo em cada lugar que passa: que a Paraíba precisa assimilar a importância do ‘voto casado’, elegendo também seu parceiro Lucélio Cartaxo senador, para que enfim possa contar com um aliado no Senado contribuindo com sua gestão. 
“Eu peço a quem vota em mim, que também vote no companheiro Lucélio”, convocou o governador Ricardo Coutinho, justificando em seguida: “Essa eleição é um momento importante pra gente continuar mudando a Paraíba e renovar o Senado. Esse companheiro aqui está preparado pra isso. Está preparado pra representar nosso Estado. Está reparado pra construir uma nova relação dentro do Congresso. É por isso que peço a vocês que observem esse companheiro e efetivamente dê uma chance a ele”. 
Ainda sobre o assunto, Ricardo voltou a lamentar as dificuldades que passou por não contar com um senador parceiro, disposto a reforçar com recursos o curto orçamento do Estado.
“Nesses quatro anos de governo eu não tive uma emenda para aplicar em qualquer coisa; não contei com um centavo sequer vindo do Senado”, lastimou o candidato socialista.
No mesmo tom, Lucélio conclamou a militância e o povo paraibano a dar as mãos e seguir com Ricardo nessa disputa, confirmando sua vitória em outubro. Destacando mais uma vez o quanto o Estado vem mudando com a gestão do companheiro de chapa, o petista pediu à Paraíba que garantisse a continuidade desse projeto de desenvolvimento, o qual se compromete a contribuir de forma incansável como novo senador da República.
“O povo deu um voto de confiança e de esperança a Ricardo Coutinho. Depois de quatro anos, o que a Paraíba vê hoje? Obras por todos os lados, na saúde, na educação, no esporte, na infraestrutura. Então, no próximo dia 5, a Paraíba vai escolher o caminho do progresso; o caminho da reeleição de Ricardo Coutinho”, enfatizou Lucélio.
Mais adiante, o petista se uniu à fala do governador e reforçou a importância do ‘voto casado’, para que essa parceria se concretize em realizações ainda maiores, já que agora o governo enfim contará com um senador parceiro: “Como Ricardo bem disse, nós temos que avançar com uma chapa completa. A vitória tem que ser por inteiro”.

Lurdinha Aragão declara apoio à RC : Precisamos permanecer Unidos para vitória Vamos com Ricardo 40



A ex-prefeita de Monteiro, Lourdinha Aragão (PMDB), aderiu neste domingo (28) a candidatura à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB). Segundo ela, o apoio em vem reconhecimento das ações da administração de Ricardo, que tem mudado a realidade dos paraibanos, especialmente nos pequenos municípios.

“Como ex-prefeita da maior cidade do Cariri paraibano, eu tenho de reconhecer que ele foi o governador que mais fez pela nossa região. Com a polarização das eleições entre Ricardo e o candidato do PSDB, decidi anunciar meu apoio e de meu grupo político”, disse Lourdinha, aliada do deputado estadual e candidato à reeleição Carlos Batinga (PSC).

Ela explicou que o Cariri é uma região com municípios grandes, mas com baixo índice demográfico, com populações pequenas e, muitas vezes, distantes. “A política de Ricardo, entretanto, olhou para estes pequenos municípios com bons olhos, investindo e trazendo desenvolvimento para nosso povo”, finalizou.

ACIDENTE EM SERTÂNIA DEIXA DOIS MORTOS


foto facebook
Por volta das 18h de ontem  (28), a GT efetuava rondas na cidade quando foi informada pela CPM que no endereço supracitado havia ocorrido um acidente de trânsito envolvendo uma moto CG 150 Titan placa: KLB 1371, cor azul. Chegando ao local foi constatada a veracidade dos fatos. A vítima 01 já havia falecido e a vítima 02 tinha sido socorrida para o Hospital local e em seguida transferida para o Hospital Regional do Agreste em Caruaru, vindo esta a faleceu durante o deslocamento. Segundo testemunha, o veículo causador do acidente evadiu-se e trata-se de um Gol 1.6 placa: NKT 5637, cor cinza. O suspeito escondeu o veículo em sua própria residência, onde não havia  ninguém.  Diante dos fatos, a ocorrência foi passada a DP local para serem adotadas as medidas cabíveis.

ACIDENTE EM SERTÂNIA DEIXA DOIS MORTOS


foto facebook
Por volta das 18h de ontem  (28), a GT efetuava rondas na cidade quando foi informada pela CPM que no endereço supracitado havia ocorrido um acidente de trânsito envolvendo uma moto CG 150 Titan placa: KLB 1371, cor azul. Chegando ao local foi constatada a veracidade dos fatos. A vítima 01 já havia falecido e a vítima 02 tinha sido socorrida para o Hospital local e em seguida transferida para o Hospital Regional do Agreste em Caruaru, vindo esta a faleceu durante o deslocamento. Segundo testemunha, o veículo causador do acidente evadiu-se e trata-se de um Gol 1.6 placa: NKT 5637, cor cinza. O suspeito escondeu o veículo em sua própria residência, onde não havia  ninguém.  Diante dos fatos, a ocorrência foi passada a DP local para serem adotadas as medidas cabíveis.

domingo, 28 de setembro de 2014

Embaixo de chuva, povo de Campina Grande vai às ruas mostrar seu apoio a Ricardo, Lucélio e Lígia


A quantidade de veículos chamou a atenção da população Carreata aconteceu em Campina Grande debaixo de muita chuva (Crédito: Assessoria)
A chuva não conseguiu atrapalhar a carreata da coligação ‘A Força do Trabalho’, que literalmente parou a cidade de Campina Grande, na noite desse sábado (28). A quantidade de veículos chamou a atenção da população, que foi às ruas mostrar seu apoio a Ricardo Coutinho (PSB), sua vice, a campinense Lígia Feliciano (PDT), e a seu companheiro de chapa, o candidato a senador Lucélio Cartaxo (PT). Continuar lendo 

Folha aponta PB entre os Estados em que eleição para o Governo deve ser definida só no 2º turno


Folha aponta PB entre os Estados em que eleição para o Governo deve ser definida só no 2º turno
Reportagem da Folha de São Paulo divulgada essa semana apontou a Paraíba entre os estados em que a eleição para o Governo do Estado deve ser definida apenas no segundo turno.

A publicação traz a polarização da disputa entre o candidato do PSDB, Cássio Cunha Lima, que aparece em primeiro e o candidato do PSB Ricardo Coutinho, que disputa à reeleição e vem logo em seguida.

Para que a eleição seja definida no primeiro turno, um candidato deve somar 50% dos votos válidos (sem brancos e nulos) mais um.

Segundo a Folha, pelo cenário atual, nove candidatos do PT aos Governos estaduais, sete do PSB e cinco do PSDB não devem ir para o segundo turno. Na Paraíba, devido a polarização, e a diferença entre os dois candidatos ser pequena, o segundo turno é ainda uma incógnita.

Em 2010 Cássio e Ricardo Coutinho eram aliados. Atualmente, a dupla disputa em palanques opostos, encenando um duelo de gigantes.

VEJA O GRÁFICO


sábado, 27 de setembro de 2014

Em debate, Ricardo centra fogo em Cássio, mas tucano evita provocações


O debate promovido pela TV Correio, na noite desta sexta-feira (26), com os candidatos a governador da Paraíba nas eleições estaduais deste ano foi marcado por ataques do governador Ricardo Coutinho (PSB), que disputa a reeleição pela Coligação “A Forçado Trabalho”, ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB), da coligação “A Vontade do Povo”. O tucano, por sua vez, procurou evitar se confrontar com o socialista, dizendo que preferia apresentar propostas. Cássio chegou a ironizar a postura do governo e lhe pediu calma.

Logo no primeiro bloco, Ricardo perguntou a Cássio como ele justificava gastos de cerca de 4,5 milhões com aluguel de jatinhos em seu governo, mas Cássio preferiu apresentar suas propostas para as áreas de saúde e segurança, prometendo “descentralizar o setor, reabrir hospitais de pequeno porte, criar centrais de diagnósticos, mutirões de saúde volante e colocar polícia nas ruas.

Na réplica, Ricardo disse que Cássio deveria ter gastado o dinheiro usando as aeronaves para tentar se livrar dos processos de sua cassação. O governador também lembrou de ação que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) envolvendo o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) acerca do ‘Caso Concorde’, que apura o arremesso de dinheiro de um edifício em João Pessoa durante as eleições estaduais de 2006. 

Na tréplica, o tucano “disse que por mais que Ricardo tente desvirtuar o discurso vai continuar apresentando propostas”. No entanto, também “acusou o governador de ter comprado um helicóptero usado para a PM por R$ 9 milhões, quando um novo está avaliado em R$ 7 milhões”.

No segundo bloco, Cássio disse que, caso eleito, focará ações em obras estruturantes, como a duplicação da BR-230 de Campina a Cajazeiras, conclusão do Centro de Convenções de João Pessoa e lutar por uma montadora de veículos no Estado. Ele também disse ter dobrado a cobertura de saneamento básico nos municípios paraibanos, passando a rede de esgoto de 26% para 52%.

Ricardo questionou os dados de Cássio sobre saneamento e disse que a afirmação era falsa. Cássio respondeu dizendo que Ricardo tentava fazer provocações no debate, fugindo da apresentação de propostas. “A Paraíba quer saber se a segurança melhorou. O efetivo de policia diminui e as delegacias foram fechadas”, completou.

Ricardo insistiu, disse que Cássio fugiu das perguntas e estava mentindo ao dizer que tinha dobrado a área de saneamento básico da Paraíba. Neste momento, Cássio ironizou o “ataque” do governador e pediu calma a Ricardo. “Tenha calma Ricardo, você tem esta postura de confrontar com todo mundo. Mas, quem não fala a verdade é você, pois em todo debate apresenta um número diferente de leitos hospitalares na Paraíba”, disse.

Já o candidato Major Fábio (Pros) criticou Ricardo, por, segundo ele, o não cumprimento de promessas de campanha, a exemplo “da falta de reajuste para os servidores acima da inflação e concurso para a PM. Major Fábio se declarou favorável a projeto para que criminaliza promessas não cumpridas. “Se já fosse Lei Ricardo seria punido por estelionato eleitoral”, afirmou. Ele também apresentou propostas para a área de segurança. “O povo saber como está à situação da segurança, a criminalidade aumentou muito. Mas, vamos fechar as divisas, comprar veículos blindados para as polícias, realizar concurso para a PM e criar o PCCR da categoria, segundo ele, promessas não cumpridas pelo governador.

Ricardo rebateu Major Fábio e disse que deu reajuste acima da média. “Professores receberam quase a 80%, policias 63%. Pagamos 14 e 15 salário para professores. Nesta circunstancia meu governo fez mais que qualquer outro, criou data base e todo mundo sabe. No meu governo todos os anos tem reajuste. Isto não existia”, declarou.

O candidato ao governo pela coligação ‘Renovação de Verdade’, Vital do Rêgo (PMDB), ressaltou as parcerias que irá estabelecer com o governo federal caso seja eleito. Ele destacou que obras realizadas pelo Governo do Estado foram financiadas pela gestão petista no país. O peemedebista prometeu criar um comitê de gestão para segurança pública que será comandado pelo próprio governador.

Vital também criticou a terceirização de hospitais pelo Governo do Estado. “Defendo o público, fui contra quando Cássio privatizou a Celb em Campina e Maranhão a Saelpa. O que está acontecendo no hospital de Trauma de João Pessoa e outras OSCIP que administras os hospitais na Paraíba é algo criminoso”, afirmou.

O candidato Antônio Radical (PSTU) também criticou a saúde pública, citando redução de leitos hospitalares. “Apesar da conversa do governador a situação do Trauma de João Pessoa é preocupante. A Cruz vermelha recebeu 110 milhões só em 2013, mais de 90 milhões em 2014 e não tem macas”, alfinetou. “Mas, o problema vem desde de 2005, do governo de Cássio, passando pelo do PMDB até o atual de Ricardo”, acrescentou

Radical e o candidato Tárcio Teixeira (PSOL) criticaram o financiamento privado de campanha. Radical lembrou que as empresas Via Engenharia e Alpargatas fizeram grandes doações as campanhas de Cássio e Ricardo. “A Via Engenharia doou mais de dois milhões para os dois e Alpargatas mais de três milhões”, disse.

Já Tárcio Teixeira ressaltou que recentemente denunciou que a Cerâmica Elisabeth doou cerca de R$ 500 mil reais a Ricardo Coutinho e ao mesmo tempo é beneficiada pela política de isenção fiscal do Governo do Estado.

“A gente fica perguntando se esse financiamento de campanha e essa isenção fiscal não tem relação com atuação de campanha, já que é no mesmo espaço de tempo”, disparou Tárcio Teixeira.


sexta-feira, 26 de setembro de 2014

TA AI UMA COISA DIFERENTE DA POLITICA E TEM QUEM NÃO GOSTE






Candidatos a governador se confrontam em debate da TV Correio nesta sexta-feira


candidatosOs seis candidatos a governador da Paraíba irão participar hoje à noite de debate promovido pela TV Correio HD. O confronto entre os postulantes ao Palácio da Redenção será iniciado às 22h40 e terá como mediador o jornalista Heron Cid. Confira a agenda detalhada dos candidatos para esta sexta-feira (26).
Antônio Radical (PSTU) – pela manhã, se prepara para o debate da TV Correio. À tarde, faz panfletagem na porta de fábrica na Grande João Pessoa. À noite, participa de debate na TV Correio.
Cássio Cunha Lima (PSDB) – pela manhã, grava para o guia eleitoral. À tarde, se reúne com a coordenação de campanha. À noite, participa do debate na TV Correio.
Major Fábio (PROS) – pela manhã, visita lideranças na Grande João Pessoa. À tarde, grava para o guia eleitoral. À noite, participa de debate na TV Correio.
Ricardo Coutinho (PSB) – participa de debate na TV Correio à noite.
Tárcio Teixeira (PSOL) – concede entrevista a uma emissora de rádio pela manhã. À tarde, se prepara para debate na TV Correio que acontece à noite.
Vital do Rêgo Filho (PMDB) – pela manhã, faz gravações para o guia eleitoral de rádio e TV. À tarde, recebe correligionários em João Pessoa. À noite, participa de debate na TV Correio.

Operação "desmonta Zé" pode levar Maranhão a perder em Campina até para Walter Brito


Por Marcos Maivado Marinho
A operação "desmonta Zé", que alcançou sucesso na última campanha eleitoral para o Governo do Estado quando o ex-governador José Maranhão foi derrotado nos dois turnos pelo considerado "azarão" do pleito, Ricardo Coutinho, entrou novamente em ação e promete reeditar o mesmo êxito de outrora, principalmente por contar com grande parte dos atores que encenaram a pretérita peça.
Ontem uma marcante sinalização disso foi vista nas redes sociais, postada por nada mais nada menos do que um dos mais saltitantes homens de mídia do Estado, o blogueiro e marqueteiro Dércio Alcântara, que na atual campanha é contratado "full time" dos irmãos Rego de Campina Grande - Vitalzinho e Veneziano, do mesmo PMDB de José Maranhão.
Dércio primeiramente postou matéria em seu blog na internet exaltando a performance do concorrente de Maranhão ao Senado, Lucélio Cartaxo (PT), que no guia eleitoral do rádio e da TV detonou o oponente, um cidadão que à sua ótica está ultrapassado e velho demais para servir à Paraíba.
A manchete do blog de Dércio é auto-explicativa: "Lucélio afirma que o tempo do freio de mão puxado acabou e que foram 60 anos nesse passo lento de Zé Maranhão".
No corpo do texto, o detalhamento: que, segundo as afirmativas de Lucélio, Zé Maranhão está na política há 60 anos, passou mais de 30 anos como deputado e senador, foi governador três vezes e nesse período a Paraíba só perdeu espaços em relação a outros estados do Nordeste. E que "a falta de ritmo de Zé Maranhão penalizou a Paraíba e nosso estado perdeu muito nesse período", quando era a quarta economia do Nordeste e perdeu espaços na indústria, e o sisal, o algodão e o atum foram praticamente dizimados.
Dércio publicou outra lembrança do discurso de Lucélio: que enquanto a Paraíba ainda estava apagando candeeiros - um dos programas mais bem sucedidos do Governo Maranhão -, estados como Alagoas, Sergipe, Bahia e Rio Grande do Norte produziam petróleo e instalavam polos petroquímicos.
Fechando a matéria a afirmação atribuída a Lucélio e propagada por Dércio em todos os espaços à sua disposição é um golpe mortal na campanha do homem de Araruna: que "seria um desperdicio para o estado ter um senador como Zé Maranhão, que já mostrou que no Congresso Nacional não produziu nada de relevante para a Paraíba e o Brasil".

EM CAMPINA
A campanha de Zé Maranhão sofre também duros revezes em Campina Grande, onde ainda não apareceu nem nas ruas e nem na mídia.
Apesar de ter na sua chapa como primeira suplente a deputada federal campinense Nilda Gondim (PMDB), a quem Maranhão teria encarregado as estratégias de convencimento eleitoral no Compartimento da Borborema, o que tem se verificado é o comprometimento quase que exclusivo da parlamentar para com a campanha do seu filho Veneziano à Câmara Federal.
Pequenas e até mesmo médias lideranças de bairros da cidade, simpáticas ao nome de Zé Maranhão, tem reclamado de que a deputada e seus assessores, por eles procurados, não lhes dão a menor importância. É o caso, por exemplo, do micro empresário calçadista Ribamar, líder de consolidada votação no Pedregal, que tem se sentido desprezado e está praticamente fechando apoio na reta final a Lucélio ou Wilson Santiago.
Líderes comunitários na Rosa Mística, Alto Branco, Jeremias, Jardim Quarenta, Tambor, Catingueira e outros bairros distantes do centro também se queixam do mesmo tratamento, como é o caso de Henrique Santos, esforçado coordenador de equipes em canpanhas passadas e que continua à deriva na atual.
De modo amador, e por isso mesmo com pouco sucesso, quem ainda tem se esforçado para puxar algum voto para Zé Maranhão em Campina Grande é o seu sobrinho Mirabeux, médico e ex-secretário da Interiorização, que para essa árdua tarefa tem contado com a colaboração de dois dos seus ex-auxiliares no Governo do tio: o jornalista e agente do Fisco Assis Costa, e o professor e ex-sub-secretário da Interiorização Emir Candeia Gurjão.
Foi de Emir, aliás, a idéia de atrair para uma conversa com Zé Maranhão alguns vereadores ainda "indecisos" na opção senatorial, como Pimentel Filho, Hércules Lafite, Alexandre do Sindicato, Ivan Farias e Vaninho Aragão, costurando um acordo que continua sendo bastante duvidoso, face os comprometimentos históricos dos nomes envolvidos com os altos plumados da política local.
A operação "Emir" não passou pelo crivo da deputada Nilda Gondim e isso teria sido um motivo a mais para aumentar o distanciamento da candidata suplente de Zé, conforme apurou a reportagem d‘APALAVRA.
Mantendo-se o quadro atual, a previsão de votos para Maranhão em Campina Grande é catastrófica, podendo ele amargar até mesmo uma quarta colocação, vindo a ter menos sufrágios do que Walter Brito, nome campinense dono da Expresso Real e que tem "comido pelas beiradas" na periferia campinense.
Do lado do PMDB, que deveria "casar" o nome de Zé ao de Vital, o majoritário para o Governo do Estado, repetindo práticas antigas essa junção só se dá quando o ex-governador vem à Rainha da Borborema. Aí, os discursos são bonitos e colados. Mas, ultrapassando Zé a entrada do distrito de Galante, tudo se desgruda voltanda à estaca zero.

Assassino e Mentor do estupro coletivo em Queimadas é condenado a 107 anos de prisão



Exclusivo : Acidente envolvendo duas motos deixa dois feridos em Monteiro


Um acidente envolvendo duas motos aconteceu no inicio da tarde desta quinta- feira (25), as motos se chocaram na saída da cidade, próximo a curva perto da quadra de esportes, sentido Sertanêa-PE. 
Os dois motociclistas vinham sentido contrário e se chocaram e tiveram vários ferimentos,eles foram socorridos pela Unidade do SAMU, em seguida foram encaminhados para o Hospital Regional local. 
Segundo informações uma das motos (HONDA 150) era conduzida por um Jovem da cidade conhecido por Tales, a segunda moto por um Sr,conhecido por João Kleber. Os mesmos estão sendo transferidos para a cidade de Campina Grande.

 OPIPOCO




 

PREFEITO OFERECE CARRO DE PRESENTE A QUEM MOSTRAR UMA OBRA DE CÁSSIO EM SUA CIDADE



PREFEITO OFERECE CARRO DE PRESENTE A QUEM MOSTRAR UMA OBRA DE CÁSSIO EM SUA CIDADE

A falta de obras e ações durante a gestão do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) tem provocado as mais diversas reações entre as lideranças políticas da Paraíba. Desta vez, foi o prefeito de Junco do Seridó, Branco Simões (PSD), que aproveitou a passagem da Caravana do Trabalho por sua cidade, na tarde desta quinta-feira (25), para lançar um desafio aos aliados do tucano.

“Lancei um desafio aqui no meu município, e que agora eu amplio. Se alguém me mostrar uma obra feita por Cássio em Junco do Seridó, eu dou o meu carro de presente pra essa pessoa. Até agora ninguém venceu esse desafio e ninguém vencerá, porque ele não entregou uma única obra na cidade, enquanto o governador Ricardo Coutinho entregou mais de R$ 6 milhões em obras e ações”, disse Branco.

O prefeito revelou que não votou no governador Ricardo Coutinho (PSB) nem no primeiro nem no segundo turno das eleições de 2010, mas que não poderia deixar de votar no socialista agora pelo trabalho que ele vem desenvolvendo na Paraíba. “Tenho visto o trabalho que Ricardo tem realizado, e não estou nem um pouco arrependido do meu apoio. Meu partido está em outra coligação, me convidaram a apoiar Cássio, mas eu sou um homem trabalhador e só posso votar em um homem trabalhador como Ricardo”, finalizou.

A educação foi a área que mais recebeu investimentos da gestão de Ricardo em Junco do Seridó, com a entrega de 58 tablets e aquisição de dois ônibus escolares, além da construção da escola Ezequiel Fernandes e de um ginásio de esportes, no valor de R$ 4 milhões. O governo socialista ainda investiu no apoio à mineração, no Sítio Chorão, beneficiando 160 famílias.

Através do Pacto Social, Junco do Seridó recebeu recursos de mais de R$ 1milhão para a aquisição de uma ambulância, construção de uma escola municipal e de uma passagem molhada na estrada de acesso ao Distrito de Bom Jesus, além da reforma e ampliação da Escola Santo Onofre.


Da Redação com Assessoria

Cleyton Eliel é condenado a mais de 16 anos por ter assassinado ex-mulher

Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça-feira
Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça-feira
Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça-feira
EXCLUSIVO – O assassino confesso Cleyton Eliel Braz Feitosa, que matou a ex-companheira Vilma Soares dos Santos, conhecida como ‘Vilma de Zé Biroba’, de 31 anos, foi condenado na tarde desta quinta-feira (25) a 16 anos e 4 meses de prisão em regime fechado. A sentença foi proferida pelo Juiz Max Nunes, durante um júri realizado na cidade de Prata, que durou mais de 6 horas. Ele matou a vítima com 5 tiros após persegui-la na zona rural de Monteiro no último dia 11 de dezembro de 2012. A vítima tinha um filho de dois anos com o assassino.
A defesa apresentada pelo advogado Inácio Maracajá acabou sendo aceita, e a pena foi reduzida no caso de homicídio privilegiado, mas os jurados condenaram as demais qualificações: motivo cruel e por meio que tornou impossível a defesa da vítima. Em contato com o Cariri Ligado, o advogado disse que a linha de defesa definida antes do julgamento foi mantida, a de que o ‘amor mata’, e que já recorreu da sentença do magistrado. O corpo de jurados foi formado por quatro mulheres e três homens.
A delegada Vanderléia Gadi, que comandou as investigações do caso, disse que a justiça foi feita e que agora Cleyton Eliel vai pagar pela crueldade que cometeu contra uma mulher indefesa. Ela reafirmou que este foi o crime mais chocante no qual já trabalhou. “Como profissional e mãe, foi o crime mais chocante no qual já trabalhei, pois além de tudo ainda ficou uma criança sem mãe”, disse a delegada.
Relembre o caso
Segundo informações da Polícia, Vilma teria se dirigido na manhã do crime à 5ª Superintendência Regional da Polícia Civil, em Monteiro, buscando informações a cerca de um processo baseado na Lei Maria da Penha, já instaurado contra Cleiton no ano de 2011, e chegou a comentar na Delegacia que iria no Fórum da cidade para dar entrada numa ação de pensão alimentícia, já que tinha um filho de 2 anos com o acusado e ele nunca havia prestado assistência.
Populares do Sítio Santa Catarina, localizado na zona rural de Monteiro, afirmaram que Cleiton passou parte da manhã num bar da localidade e tomou apenas uma cerveja, como se estivesse apenas passando o tempo, quando Vilma passou de moto, vindo de Monteiro, em direção ao sítio de seu pai.
Minutos depois, ela passou na garupa de uma moto com uma amiga e uma criança pequena entre as duas, que iam em direção a um galpão da comunidade no Sítio da Matarina, onde funciona uma escola profissionalizante de corte e costura para as mulheres da comunidade.

Foi quando Cleiton a seguiu num corsa sedam prata, de placas não identificadas e obrigou a jovem que conduzia a moto a parar e correr com a criança, “se não quisesse morrer também” e desferiu 5 disparos de arma de fogo contra a vítima e fugiu em direção à BR 412. O SAMU chegou a ser acionado até o local, mas constatou que a vítima já estava em óbito.

Ricardo e Lucélio fazem carreata e comício no município de Juazeirinho

Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça-feira
Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça-feiraO governador Ricardo Coutinho (PSB) foi recebido por uma multidão em Juazeirinho, na segunda parada da Caravana do Trabalho nesta quinta-feira (25). Ao lado do candidato a senador Lucélio Cartaxo (PT) e de lideranças locais, Ricardo recebeu o carinho da população, que foi às ruas agradecer os investimentos feitos pela gestão socialista na cidade.
O presidente da Câmara de Vereadores, Josa Cavalcanti (PT), tentou traduzir o sentimento da população de Juazeirinho. “Muita gente aqui nunca esperava que teria um governador do Estado passando por nossas ruas, e Ricardo fez questão de vir a Juazeirinho, para reafirmar seu compromisso com o nosso povo e relembrar as obras e ações que estão transformando para melhor a nossa cidade”, disse o petista.
Entre a população, o sentimento era de gratidão. Esperando desde cedo pela chegada de Ricardo na principal praça da cidade, a empregada doméstica Maria das Graças de Sousa revelou que votou em Ricardo Coutinho em 2010 e não se arrependeu. “Ricardo precisa continuar porque é o melhor para a Paraíba, sem comparação. Os outros que aí passaram não fizeram nada pela nossa cidade, esqueceram nosso povo”, lembrou.
Em pouco mais de três anos da gestão de Ricardo, a cidade de Juazeirinho foi beneficiada com obras e ações importantes, como a recuperação da barragem do Mucutú, beneficiando 17 mil habitantes, a aquisição de três ônibus escolares, a reforma da quadra de esportes da Escola Pedro Pascal de Oliveira e a construção de 40 unidades habitacionais.
Com Ricardo, Juazeirinho está ganhando a pavimentação de ruas em paralelepípedos e meio fio em granítico, no valor de R$ 702 mil. A cidade também está sendo contemplada com outras 40 unidades habitacionais e 101 cisternas.

Pelo Pacto Social, Juazeirinho recebeu equipamentos para o centro obstetrício do hospital da cidade, uma escola municipal, uma unidade de beneficiamento de leite e derivados e um centro de comercialização da agricultura familiar.

Governo do Estado paga Garantia Safra a 35 mil agricultores familiares

Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça-feira
Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça-feira
Bancários decidem entrar em greve a partir da próxima terça-feira
O Programa Garantia Safra na Paraíba atende a 109 mil famílias de 187 municípios e o Governo do Estado iniciou em agosto o pagamento do benefício referente à safra 2013/2014, a 34.860 agricultores familiares de 63 cidades, repassando recursos no valor de R$ 29,6 milhões. O benefícioé pago aos agricultores que comprovam perdas de pelo menos 50% da safra. Cada agricultor recebe R$ 850,00 em cinco parcelas de R$ 170,00.
“Para que os agricultores familiares pudessem receber o Garantia Safra, o Governo do Estado fez a sua parte antecipando o pagamento da sua contrapartida junto ao Governo Federal no valor de R$ 8,5 milhões”, destaca Ivanilza Macedo, coordenadora do Programa Garantia Safra na Paraíba.
A Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) alerta que dos primeiros 63 municípios existem 39 ainda inadimplentes e os prefeitos estão sendo convidados a efetuar o pagamento da contrapartida municipal sob pena dos agricultores ficarem impedidos de ter acesso ao Garantia Safra e de fazer a adesão para a safra 2014/2015.
Referente ao mês de agosto, estão sendo beneficiados 6.311 agricultores de 15 municípios, percebendo no total R$ 5,3 milhões. Os municípios são: Amparo, Areia de Baraúnas, Belém do Brejo do Cruz, Congo, Coxixola, Gurjão, Junco do Seridó, Monteiro, Passagem, Quixaba, Santo André, São João do Cariri, São Sebastião do Umbuzeiro, Várzea e Zabelê.
Desde o dia 17 deste mês de setembro, está sendo liberado o pagamento do Garantia Safra a 28.549 agricultores familiares de outros 48 municípios, totalizando recursos na ordem de R$ 24,2 milhões.
Para o Garantia Safra 2014/2015, o Governo do Estado assegura 120 mil vagas para atender agricultores de 195 municípios que estão aptos a aderirao programa. Estão sendo feitas as capacitações regionais e o prazo de adesão dos municípios é até 31 de outubro para as regiões do Sertão e Cariri, e até 30 de novembro para os municípios das demais regiões do Estado. Todos devem estar adimplentes para terem acesso à adesão.

Ivanilza Macedo acrescenta que nos últimos três anos o Governo do Estado disponibilizou R$ 20 milhões em contrapartida do Garantia Safra, o que possibilitou investimento na economia da Paraíba de R$ 260 milhões, fora os recursos que estão sendo pagos agora em 2014.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Lauro Maia confirma chifre e diz que viu Gervásio com a mulher dele "coisando" na cama do casal


O ex-prefeito Lauro Sérgio Maia (na foto, de verde, ao lado da esposa e do deputado Gervásio Maia) perdeu a discrição dos primeiros dias e resolveu abrir o bico. Contou, hoje, à imprensa que pegou o deputado Gervásio Maia transando com a mulher dele, Sandra Mara, na cama do casal em Catolé do Rocha.
“Rompi com Gervásio pela traição ao povo de Catolé. Peguei ele com a minha mulher em minha cama, na minha casa. Gervásio desrespeitou a mim. Me traiu! Desrespeitou minha família dentro de minha casa e traiu Catolé. E eu tratava Gervásio como filho...!”, disse o ex-prefeito Lauro Maia.
Lauro disse que, agora, está separando de Sandra Mara Rafael Diniz e já deu entrada no pedido de divórcio.
O ex-prefeito nem deixou esquentar o canto e já se comprometeu em apoiar o campinense Manoel Ludgéro para a Assembléia.
Gervásio Maia, a amigos, contou que não transou com a mulher do prefeito. Disse que ela entrou no quarto onde dormia indagando se ele tinha toalha.E ao entrar, fechou a porta e começou a se insinuar. Foi nesse momento que Lauro Maia abriu a porta do quarto, viu os dois e achou que estava levando chifres.